ranquear loja virtual

E-Commerce  | 27/05/2019 (atualizado em 27/05/2019) | Tempo Estimado de leitura: 23 minutos

Como

ranquear loja virtual

nos mecanismos de busca

Otimização de um site pode ser um pouco mais complicado de entender para quem não trabalha com marketing digital, principalmente para as lojas virtuais.

Apesar da grande maioria das pessoas que usam a internet dependerem das ferramentas como o Google para entender como funciona os mecanismos de busca, como indexar um site ou como classificar uma página na Web no começo, existe um ponto de partida que pode ajudar pessoas leigas a darem o seu primeiro passo na otimização.

 

Existe alguma lista de itens de SEO que iniciantes podem seguir?

Logo de início já podemos te adiantar que não existe uma lista básica de passo a passo para você seguir, mas existem alguns pontos que podem influenciar o tráfego de busca orgânica de um site, por exemplo, o que é um dos principais pilares para o crescimento de uma loja virtual.

Pensando em longo prazo, todos os novos proprietários de uma loja virtual podem gerar valor para o seu negócio ao criar uma estratégia simples e se certificar de que a sua “vitrine” seja bem montada de acordo com as práticas de otimização.

Para facilitar um pouco esse processo, separamos alguns pontos que você pode começar nessa nova jornada de SEO:

  1. Configure o Google Analytics e o Google Search Console
  2. Pesquise as principais palavras-chave da sua loja virtual
  3. Otimize todas as páginas do seu e-commerce
  4. Organize todos os links
  5. Produza um conteúdo relevante e cativante
  6. Construa sua identidade digital
  7. Ofereça aos seus clientes e possíveis clientes aquilo que eles querem

Configure o Google Analytics e o Google Search Console

1 Google Search Console

O Google Search Console é uma ferramenta gratuito do Google para que as empresas possam fazer um raio x do seu website sempre que necessário.

Essa ferramenta fornece informações valiosíssimas, como por exemplo, quais são as palavras mais buscadas em seu website, como seu website está ranqueando no Google, o CTR médio e muito mais.

Após criar uma conta no Search Console, para que a sua página seja encontrada mais rápido pelos buscados você deve:

  • Mandar seu sitemap para o Google pela sua conta do Google Search Console

Caso você não consiga acessar seu sitemap, fale com a equipe responsável pela criação e manutenção da sua loja virtual. Eles podem te ajudar nesse assunto.

O sitemap repassa para o Google, e os outros mecanismos de busca, como a sua loja virtual está estruturada e organizada.

  • Usar o Google Search Console para verificar se há algum erro de rastreamento

Os buscadores indexam os websites com a ajuda dos seus “bots”. Eles rastreiam o website e suas páginas.

Caso ocorra algum erro durante o processo de rastreamento, você pode ser alertado por meio da sua conta e deve imediatamente encontrar o erro e corrigi-lo.

2 Google Analytics

O Google Analytics é uma das ferramentas mais importantes para acompanhar os dados analíticos básicos do seu website.

Quando você incluir o código do Analytics em seu website, você está mostrando ao Google, e aos outros buscadores, que você está ali e pronto para ser indexado.

Pesquise as principais palavras-chave para ranquear loja virtual

1 Encontre as palavras-chave com maiores volumes de busca

As palavras-chave são essenciais para todos os profissionais que buscam:

  • Trazer visitantes orgânicos para o seu website
  • Ganhar autoridade digital
  • Indexar o seu website

Para começar a sua pesquisa das principais palavras-chave para a sua loja virtual, você pode usar ferramentas gratuitas como o Planejador de palavras-chave do Google e começar as buscas.

O planejador não é a ferramenta mais avançada que existe na web, mas ele é intuitivo, fácil de usar e pode te ajudar a ter uma noção dos termos mais buscados pelo público que você quer atingir e produtos que deseja vender.

Pesquise por palavras amplas e que também as mais específicas (as chamadas cauda longa), presentes no fundo de funil.

Caso você queira uma ferramenta mais completa, você pode usar ferramentas como o semRush ou MOZ.

2 Mapeie as palavras-chave por tipos de conteúdo

Cada página do seu site (páginas de produtos, categorias, postagens de blogs, página inicial, de contato, dúvidas frequentes) pode ter uma palavra-chave diferente.

Encontre as palavras que resume os conteúdos das páginas e informe aquilo que os visitantes vão encontrar.

Por exemplo, as páginas podem ser segmentadas por informações como “o que são talheres de bambu” ou, que indiquem intenção de compra como “comprar talheres de bambu”.

Otimize todas as páginas do seu e-commerce

1 Use heading tags (H1,H2, H3,...)

Em algum momento da sua vida você já viu os chamados H1,H2 e/ou H3. Mesmo que nunca tenha visto um código HTML na vida.

As heading tags são basicamente títulos e subtítulos que facilitam a leitura e ajudam as pessoas a saberem sobre o que se trata aquela parte do texto.

Existe uma hierarquia que deve ser respeitada nas heading tags.

A primeira heading tag (H1) é a mais importante entre todas, uma vez que ela é o título principal do conteúdo ou da página que você está otimizando o SEO, para indexar o seu site nos mecanismos de busca.

As demais tags são usadas de acordo com o conteúdo produzido e a necessidade. Você não é obrigado a usar muitas.

Se você quiser, pode desrespeitar a hierarquia dos títulos e subtítulos, mas saiba que os resultados podem não ser satisfatórios para o seu negócio.

Quer um exemplo dos títulos? Existe um bem compartilhado na web que é assim:

H1 – Planeta Terra

H2 – América do Sul

H3 – Brasil

H4 – Paraná

H5 – Curitiba

H6 – Xaxim (bairro)

Ficou mais fácil entender?

2 Não crie títulos de página extensos

Crie títulos com menos de 60 caracteres no total. Isso permite que durante as pesquisas nos mecanismos de busca como o Google, o título não sai cortado pela metade e as pessoas não saibam o que você realmente queria dizer.

3 Escreva uma meta description

Meta description nada mais é que uma breve descrição do conteúdo de determinada página.

É muito importante que todas as páginas que compõem a sua loja virtual tenham a sua própria descrição e ela deve ser bem escrita para que as pessoas tenham interesse em clicar e saber o que você está anunciando.

Para que a descrição apareça completa durante as buscas, você não deve ultrapassar de 155 caracteres.

O próprio Google já confirmou que contabiliza o número de caracteres que são exibidos durante uma pesquisa. Por isso é muito importante não usar mais do que o limite para oferecer uma boa experiência aos usuários.

4 Escreva títulos criativos e atraentes

Criatividade é o que diferencia grandes lojas das comuns. Tanto o título quanto a descrição das páginas devem deixar claro aquilo que você está ofertando. Use as palavras-chave para que os leitores queiram clicar em sua página.

Ser indexado e aparecer nas pesquisas é apenas uma parte do trabalho. Você precisa convencer as pessoas de que é a escolha certa e que elas não vão se arrepender de conhecer a sua loja virtual.

5 Inclua as palavras-chave na URL

Uma URL para funcionar não deve ser extensa.

Quanto maior for a sua url, mais difícil será dos visitantes decorarem e até mesmo voltarem nela no futuro.

A URL de um site deve ser intuitiva e a palavra-chave sempre deve estar presente nela. Por exemplo, você vende talheres de bambu. A URK desse produto deve ser:

www.sualojavirtual.com.br/produtos/talheres/talheres-de-bambu. Fácil para o seu público memorizar e otimizado para os robôs dos mecanismos de busca lerem e indexarem.

6 Nomeie todas as imagens que você usar e inclua a palavra-chave

1 em cada 3 pesquisas são feitas através do Google Imagens.

É por isso que todas as imagens usadas em sua loja virtual devem ser nomeadas, principalmente os produtos, com a palavra-chave ou o tipo de produto e ter a sua tag alt (descrição da imagem) explicando o que tem na imagem.

Essa é uma forma de garantir que suas imagens apareçam nos resultados de imagens.

Produza um conteúdo relevante e cativante

Antes de mais nada. Abra o Google, ou o seu site de pesquisas preferido, pesquisa e leia tudo o que você conseguir sobre marketing de conteúdo.

Depois de fazer uma breve pesquisa, você vai descobrir que o primeiro passo é montar uma estratégia básica de marketing de conteúdo para conquistar leitores para o blog da sua loja virtual.

Sim. Uma loja virtual pode investir em marketing de conteúdo para atrair leitores para a sua loja virtual. Mostre conhecimento e fale sobre assuntos que seus clientes querem saber sobre os seus produtos ou assuntos relacionados a eles.

Confira algumas dicas importantes sobre conteúdo:

  • Fale sobre as principais dúvidas dos seus clientes
  • Mostre o valor dos produtos que você vende
  • Os conteúdos devem ter, no mínimo, 500 palavras
  • Escreva as descrições de todos os seus produtos. Eles não precisam ser longos, mas o mais completo possível
  • Adicione análise dos produtos feitos pelos clientes

Essas são algumas dicas básicas de como fazer para a sua loja virtual ranquear nos mecanismos de busca. É muito importante estar atento a todos os detalhes para não deixar nada impedir o seu negócio de ser um verdadeiro sucesso na web.

Caso você não saiba fazer algum passo a passo, você pode encontrar profissionais de confiança para levar a sua loja para um nível avançado e atrair visitantes orgânicos sem gastar muito com isso.

Ficou com alguma dúvida ou tem uma sugestão? Deixe o seu comentário e nos conte se você fez mais algum passo básico para indexar seu site aos mecanismos de busca!